Quem sou eu

Minha foto
Niterói, RJ, Brazil
Estudante de Medicina Veterinária.

sexta-feira, 5 de março de 2010

Hormônios Proteicos e Esteróides

Endocrinologia

Os hormônios são substâncias produzidas pelo organismo e lançadas no sangue, responsáveis por estimular ou inibir uma determinada atividade. As glândulas (orgãos responsáveis por secretar substâncias) podem ser divididas em gl. endócrinas e exócrinas. As exócrinas lançam o seu produto no meio externo ou relacionado a ele, ex: gl. sudoríparas (produzem o suor). As endócrinas são as que produzem hormônios, são caracterizadas por lançar o seu produto no sangue. Também podemos encontrar glândulas envolvidas nas duas funções, essas são denominadas gls. mistas, como é o caso do pâncreas.
Entendemos então, que o hormônio é produzido por uma gl. endócrina que utiliza o sangue para chegar ao seu destino. Eles agem apenas em células que possuam receptor para eles.
Existem dois tipos principais de hormônios são eles: h. proteicos e esteróides.

Hormônios Proteicos

Os proteicos são formados por aminoácidos e são hidrossolúveis, devido a isso são transportados livremente na corrente sanguínea, ou seja, não necessitam de substâncias carreadoras e também não atravessam barreiras lipídicas, como a membrana celular sem o auxílio de um receptor. Quando o hormônio proteico se liga ao receptor da célula na membrana celular, ele ativa um 2 mensageiro (ex: cAmp - Amp cíclico, Inositol tri-fosfato - IP3 e Ca), que informam a cél o que ela deve realizar, ativando uma proteína para exercer uma função. Como exemplo disso, temos: A insulina chega a célula, esta células ativa uma proteína carreadora de glicose, que transporta a glicose que está com a insulina, da membrana para o interior da célula. Esse hormônio proteico transportado livremente na circulação precisa encontrar a células, caso contrário ele é destruído. Ex de hs. proteicos: glucagon, insulina, ocitocina.

Hormônios Esteróides

Os esteróides são derivados do colesterol. As células produtoras desse tipo de hormônio, utilizam o colesterol que fica estocado dentro de gotículas de lipídeos no interior da própria célula. O LDL é uma lipoproteína que tem como principal função transportar colesterol. Na microscopia as células produtoras são observadas com mitocôndrias bem desenvolvidas e muitas vesículas, as mitocôndrias são responsáveis por "quebrar" o colesterol que fica armazenado nessas vesículas.
Esse tipo de hormônio é lipossolúvel, por isso não podem ser estocados, pois a membrana celular é lipídica, fazendo com que eles consigam entrar e sair facilmente da célula, pelo fato da membrana não constituir uma barreira lipídica para eles. Por serem hidrofóbicos, na circulação se ligam a proteínas plasmáticas para serem mais facilmente transportados. Encontramos no sangue, uma porção ligada a proteínas e outra livre para atuar na célula. A porção ligada precisa primeiramente se desligar da proteína em questão, para poder exercer sua função.
Por ser lipossolúvel pode entrar na célula, atravessar a membrana nuclear (que também é lipídica) e atuar diretamente no núcleo, escolhendo no DNA a sequência necessária à produção da proteína que ele precisa. Os receptores para esse tipo de hormônio não estão na membrana celular, mas no interior da célula.

Diferenças entre esses tipos de hormônio

Se pararmos então para analisar as diferenças entre hormônios proteicos e esteróides perceberemos que o primeiro pode ser estocado, por isso está envolvido em atividades rápidas, como por exemplo a ocitocina envolvida na ejeção do leite e no momento do parto, a disponibilidade desse hormônio é muito rápida, por ser estocado, e os níveis dele também caem muito rápido por serem transportados livremente na circulação e portanto serem mais facilmente destruídos. Já os esteróides a disponibilidade é lenta, por que como não é-são armazenados, precisam primeiro ser produzidos, e seus níveis também demoram a cair, pois na circulação ele é transportado com auxílio de uma proteína e para atuar na célula, precisa primeiramente se desligar dela.
OBS: O hormônio livre, pode agir na célula, mas pode também ser destruído com mais facilidade. O ligado a uma proteína não consegue agir na célula, mas também não é destruído.
Há algumas exceções, alguns hormônios não são classificados nem como proteicos e nem como esteróides, mas são considerados hormônios por agirem como tal. Por pertencerem a essa categoria são também classificados como lipossolúveis e hidrossolúveis.

Mecanismo de controle dos hormônios

O controle é feito por Feed Back, também conhecido como retroalimentação. É um mecanismo de controle sobre a atividade de uma glândula, que ocorre de acordo com a concentração de uma determinada substância na circulação. Existem dois tipos de Feed Back, o negativo e o positivo. O positivo ocorre toda vez que há estímulos diretamente proporcionais, por exemplo, quando a glicose aumenta no sangue a insulina também aumenta, quando a glicose diminui, a insulina também diminui. O Feed Back negativo ocorre quando os estímulos são contrários, ou seja inversamente proporcionais, por exemplo, quando o Ca aumenta o Paratohormônio diminui, e quando o Ca diminui o Paratohormônio aumenta, o mesmo exemplo se aplica a glicose e o glucagon.

14 comentários:

  1. Ótimo conteúdo, me ajudou bastante.
    Obrigado Daniele...
    Osman Alexandre - Zootecnia UFPB.

    ResponderExcluir
  2. adoreiiiiiiii
    muito bom,me ajudou muito
    obrigada....
    michelle santos
    estudante de biologia

    ResponderExcluir
  3. ótimo resumão!!!
    Michele, estudando de ed física

    ResponderExcluir
  4. Ótimo conteúdo!
    Me ajudou muito.
    Parabéns!!

    Educação Física - UFPel

    ResponderExcluir
  5. mto obrigado..adorei seu blog..

    ResponderExcluir
  6. 'obrigadaaa ! ótimo resumO..


    Mayara L. - Medicina Veterinaria

    ResponderExcluir
  7. Ótimo conteúdo ;)

    Estudante de Ed. Física - Unopar
    Luan

    ResponderExcluir
  8. Obrigado!

    Estudante de Biologia da USP

    ResponderExcluir
  9. JACKIE INGRID ( UNIPLI )

    ESTUDANTE DE MEDICINA VETERINÁRIA DO 4º PERIODO DA UNIPLI, VLW DANI ME AJUDOU FOI SOBRE A MINHA AULA HOJE!

    MARICÁ, NITERÓI, RJ, BRASIL

    ResponderExcluir
  10. JACKIE INGRID (MARICÁ, NITERÓI, RJ, BRASIL)

    UNIPLI - ESTUDANTE DE MEDICINA VETERINÁRIA DO 4º PERÍODO

    DANI VLW ME AJUDOU FOI TEMA DA MINHA AULA DE FISIO 2 DE HOJE.

    ResponderExcluir
  11. Oiii...nossa muito bom o seu blog me ajudou muito em minha prova...

    Valeu mesmo Dani...beijooss

    Aline Joana (Santa Rosa -RS) estudante de Biologia da UNIJUI...

    ResponderExcluir
  12. Adoreiii, muitoo bom, exatamente oq eu estava procurando, vou tirar um 10 na prova, ebaaaaaaaa!!

    ResponderExcluir